Dilma desconhece inadimplência de Estados com AES

A ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, disse que não tem informações sobre possível inadimplência dos Estados e municípios junto à empresa de energia americana AES, controladora da Eletropaulo. Dilma se reuniu na tarde de hoje com Lash, mas segundo ela o assunto não foi mencionado. Ela acredita, porém, ser difícil que a dívida de US$ 300 milhões seja apenas de responsabilidade de Estados e municípios, segundo afirmou hoje o secretário-adjunto de comércio norte-americano, Willian H. Lash.Lash atribuiu os problemas financeiros da AES ao fato de os estados e municípios do País não terem pago pela energia consumida, o que já acumularia uma dívida de US$ 300 milhões. Sobre o fato de a AES estar inadimplente com o BNDES, acumulando uma dívida de US$ 1,2 bilhão, Dilma Rousseff afirmou que não tem cabimento não pagar à instituição na negociação. ?Essa é uma hipótese sobre a qual não se discute?, afirmou ela.Ontem, o Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu auditar os empréstimos do BNDES para a AES Elpa. Apesar de não vir pagando sua dívida junto ao BNDES, a empresa, conforme documento do TCU, distribuiu US$ 318 milhões em dividendos nos últimos anos, dos quais, US$ 217 milhões remetidos ao exterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.