Dilma diz que estuda com Anfavea elevação da mistura de etanol na gasolina a 27,5%

Atualmente, o porcentual do etanol anidro na gasolina está em 25%

REUTERS

06 de agosto de 2014 | 14h09

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira que o governo federal estuda em conjunto com a Anfavea, associação das montadoras de automóveis, a elevação do porcentual de etanol anidro na gasolina dos atuais 25 por cento para 27,5 por cento.

Em entrevista coletiva após apresentação para o setor do agronegócio na Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Dilma também disse que pode considerar outros benefícios tributários para o setor de etanol.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello, Jeferson Ribeiro e Nestor Rabelo)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICADILMAETANOLCNA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.