Dilma diz que governo Temer superestima rombo

Dilma diz que governo Temer superestima rombo

No dia em que o governo do presidente em exercício Michel Temer anunciou que o rombo nas contas públicas pode chegar a R$ 170,5 bilhões neste ano, a presidente afastada Dilma Rousseff acusou a equipe do peemedebista de superestimar os números ruins da economia.

Bernardo Caram, enviado especial, O Estado de S.Paulo

20 de maio de 2016 | 23h41

“Agora, para justificar todas as suas políticas, vão começar a dizer que tem um imenso rombo no governo, vão superestimar o rombo”, afirmou. Para Dilma, o grupo que articulou o que chama de “golpe” trabalhou para impedir medidas que melhorariam a economia com o objetivo dar força ao impeachment. “O Congresso não funciona desde o início do ano”, disse. “Não houve uma única medida aprovada.”

As afirmações da presidente afastada foram feitas em Belo Horizonte, no 5.º Encontro Nacional de Blogueiros e Ativistas Digitais, que foi dominado por falas em defesa da petista. O evento é realizado a cada dois anos e tem o tema “Menos Ódio, Mais Democracia”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.