Dilma encaminhará novo modelo elétrico nos próximos dias

A ministra de Minas Energia, Dilma Rousseff, disse hoje que pretende encaminhar, nos próximos dias, à Casa Civil, a proposta do novo modelo do setor elétrico brasileiro. Ela ponderou, no entanto, que não é "da alçada exclusiva" do Ministério decidir o momento adequado para apresentar o novo modelo. A ministra fez essas afirmações após participar do seminário "O Controle das Agências Reguladoras", promovido pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Questionada se era falso o documento que circula no mercado como sendo a minuta da medida provisória do novo modelo do setor, Dilma respondeu: "O documento é absolutamente apócrifo". Ela se negou a entrar em detalhes sobre a proposta que está sendo concluída no Ministério. "Nós não vamos falar do modelo antes de ele estar construído", explicou. Segundo ela, quando se explicita, de forma incompleta, corre-se o risco de tornar instável o mercado. "É uma forma de criar conflitos onde não existem", argumentou. Dilma disse, também, que pretende fazer, de forma exaustiva, a apresentação do modelo, da mesma forma como foi discutido no setor. A ministra afirmou que não só vem discutindo as proposta com os agentes do setor, como também com outros ministérios e com as áreas técnicas de órgãos envolvidos. Ela confirmou que o assunto foi discutido na reunião realizada no fim de semana entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros do PT. "Mas não batemos o martelo", assegurou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.