finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Dilma quer atacar gargalos logísticos, diz Coutinho

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, afirmou hoje que a presidente Dilma Rousseff determinou como diretriz de governo que o Poder Executivo ataque os gargalos logísticos nos próximos meses, como os relativos a ferrovias, portos e rodovias.

RICARDO LEOPOLDO, Agencia Estado

27 de outubro de 2011 | 11h01

"Os investimentos em infraestrutura e logística são muito importantes para a continuidade do desenvolvimento do Brasil", disse Coutinho, no segundo seminário Febraban/BNDES sobre financiamento de longo prazo. "Não há nenhuma razão para que os investimentos nestes setores não alcancem uma expansão expressiva nos próximos anos", afirmou.

Coutinho também disse hoje que o Brasil, na margem, está registrando um patamar de expansão abaixo do Produto Interno Bruto (PIB) potencial. Ele destacou, contudo, que o País tem perspectivas muito favoráveis de crescimento em 2012 e nos anos seguintes, pois conta com saudável incremento da concessão de crédito, aumento da renda das famílias, níveis relevantes de investimentos das empresas e níveis muito bons de geração de empregos.

"O Brasil não corre o risco de bolha de crédito, ao contrário", destacou. "As condições de crescimento do País para 2012 e próximos anos são sólidas e percebidas pelo mercado", disse.

Coutinho ainda fez uma menção rápida sobre o anúncio feito por autoridades europeias durante a madrugada de hoje, sobre um acordo para desconto de 50% da dívida soberana da Grécia e aumento do fundo de estabilização financeira do continente, para cerca de 1 trilhão de euros. "Hoje talvez seja um dia de euforia nos mercados, pois avança na Europa o desenho de uma arquitetura financeira para o enfrentamento da crise", destacou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.