Dilma ressalta banco dos Brics e linha de reservas

Duas iniciativas serão seladas durante o encontro do grupo no Brasil, o Novo Banco de Desenvolvimento e uma linha de contingenciamento de reservas

REUTERS

14 de julho de 2014 | 15h26

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira que os países do grupo Brics vivem um "momento especial" devido ao fortalecimento de duas iniciativas que serão seladas durante o encontro do grupo no Brasil.

A primeira, o Novo Banco de Desenvolvimento, é uma instuição voltada ao financiamento de projetos de infraestrutura e desenvolvimento ambiental nos países do grupo e de fora.

A segunda é uma linha de contingenciamento de reservas para ser utilizada em momentos de crise de balanço de pagamentos.

Dilma fez a declaração ao lado do presidente russo, Vladimir Putin, que também integra o grupo e e está no Brasil para participar da cúpula em Fortaleza.

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICADILMABRICS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.