Dilma tem nariz vermelho e Mantega é elfo em conto de Natal de blog do ‘FT’

No conto, o Papai Noel avisa que a equipe do trenó será a mesma do ano passado, com exceção do representante da América Latina, que será Peña Nieto, presidente do México

Fernando Nakagawa, correspondente de O Estado de S. Paulo,

27 de dezembro de 2012 | 08h56

LONDRES - A presidente Dilma Rousseff e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, são personagens centrais do conto de fim de ano de um dos blogs do jornal britânico Financial Times. No texto do "beyondbrics" - especializado em mercados emergentes -, a presidente brasileira é uma rena chamada de "Roussolph" e Mantega é chamado de "Guido, o Elfo".

O conto começa com o Papai Noel avisando a todos que a equipe do trenó será a mesma do ano passado, com exceção do representante da América Latina. "Será Peña Nieto (presidente do México), que assume o lugar de Roussolph."

Ao ouvir a troca, Roussolph, indignada, questiona Papai Noel. "Você não pode me largar. E o meu maravilhoso nariz vermelho brilhante?", pergunta. Papai Noel argumenta que esse mesmo nariz vermelho é o problema, pois crianças não confiam em socialistas. Roussolph questiona, então, a presença do líder chinês Xi Jinping, que é comunista. "Mas ele diz todas as coisas certas", retruca Papai Noel.

Roussolph volta a argumentar. "Mas lembre-se dos meus chifres. Eles são os sextos maiores do mundo", diz, ao ser interrompida por David "Camerolph" - referência ao primeiro-ministro inglês Cameron. "Não são mais. É terrivelmente triste, mas esse posto é nosso", responde "Camerolph".

Nesse momento, entra "Guido, o Elfo". "Ótima notícia. No próximo ano, os seus chifres vão crescer um metro", anuncia o ajudante de Roussolph. "Mas como você sabe?", questiona a chefe. "Eu fiz um cálculo completo. Tenho a previsão de todos os outros elfos e multipliquei por dois", diz. Já resignada, Roussolph diz que Guido é mais persistente que um investidor de títulos argentinos e pergunta: "Por que eu não demito você?". "Porque a The Economist disse isso a você?", responde Guido.

Triste com a situação, Roussolph se pergunta "onde deu tudo errado?". "O que aconteceu com o brilhante 'B' dos mercados emergentes, rico em recursos, amado pelos investidores e que finalmente está superando a corrupção?"

Papai Noel interrompe e pergunta: "Você quer dizer a Bir...?".

Roussolph se irrita: "Não. Não quero dizer a Birmânia. E a Birmânia vai sediar a Copa do Mundo?".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.