Dilma tira férias de 10 dias sem destino divulgado

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, entrou nesta quarta-feira de férias por dez dias, uma folga relativa ao trabalho exercido no ano passado. Na chefia da pasta desde junho de 2005, Dilma reivindicava havia três meses ao chefe, o presidente Lula, um descanso. O pedido só foi atendido agora. A assessoria da ministra não divulgou o roteiro das férias dela.No início deste ano, a ministra chegou a marcar férias. Lula, no entanto, não a autorizou. O presidente, que ficou dez dias descansando no litoral de São Paulo, não gostou da repercussão negativa com o fato de vários ministros tiraram férias ao mesmo tempo. Oficialmente, a folga da ministra foi cancelada por causa da elaboração do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), divulgado no dia 22 de janeiro. Diferentemente de Dilma, outros ministros puderam tirar férias. Foi o caso do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Luiz Fernando Furlan, tirou três folgas prolongadas, no final de 2006 e início deste ano, num período de menos de dois meses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.