Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Dilma viaja hoje para a França para reunião do G-20

Segundo a Casa Branca, Obama vai se encontrar com Sarkozy e Merkel antes da reunião do grupo

Tânia Monteiro, da Agência Estado,

31 de outubro de 2011 | 13h32

A presidente Dilma Rousseff segue, ainda na noite desta segunda-feira, para uma viagem de cinco dias à França, onde participará da cúpula do G-20, que será realizada em Cannes. Ela embarca de São Paulo para Natal (RN) e de lá segue para a França. No sábado, Dilma estará em Paris, para se reunir com a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova. A volta ao Brasil está prevista para a noite de sábado, dia 5.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que também participará da cúpula do G-20, vai se reunir com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e com o presidente da França, Nicolas Sarkozy, antes do encontro, segundo informou a Casa Branca.

No G-20, Obama deve pressionar por um maior equilíbrio nas políticas econômicas e um caminho sustentável para a Grécia. O encontro ocorre logo após a zona do euro concordar com um pacote de resgate para ajudar a prevenir que a crise da dívida se espalhe pela região. Os EUA elogiaram o acordo, mas vão buscar mais detalhes na reunião.

A subsecretária do Tesouro para assuntos internacionais, Lael Brainard, disse que os EUA estão confiantes de que a zona do euro vai ser capaz de lidar com a crise.

O desembarque de Dilma em Cannes está previsto para as 14h30 de terça-feira, mas a presidente não tem agenda para esse dia. Os encontros bilaterais ainda estão sendo marcados e, a princípio, serão realizados a partir da quarta-feira, dia 2 de novemS

Situação econômica global na pauta do G-20

A cúpula do G-20 começa com um almoço, na quinta-feira, dia 3 de novembro. Será um almoço de trabalho cujo tema principal será a situação econômica global. A primeira sessão de trabalho após o almoço terá como tema o plano de ação para o crescimento econômico, incluindo marco e sistema monetário internacional. A segunda sessão de trabalho terá como tema dimensão social sobre globalização e comércio e o dia se encerra com um jantar de trabalho.

Na sexta-feira, a partir das 9 horas da manhã, a terceira reunião de trabalho do G-20 terá como tema regulação financeira, seguida de outro encontro para discutir agricultura, energia e volatilidade dos preços dos commodities, e a quinta sessão discutirá mudança do clima e corrupção. Em seguida, haverá assinatura de comunicado conjunto pelos líderes dos países do G-20, além dos presidentes convidados de Cingapura, Espanha, Etiópia, Guiné Equatorial e Emirados Árabes.

O almoço de trabalho terá como tema governança global e prioridades da presidência mexicana para 2012. O México será o próximo presidente do G-20. Atualmente a presidência está com a França. O encontro será encerrado com uma conferência de imprensa com presidente da França, Nicolas Sarkozy.

Acompanham a presidente Dilma nesta viagem os ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota; da Fazenda, Guido Mantega; e da Secretaria de Comunicações, Helena Chagas.

(com Renan Carreira, da Agência Estado, e Dow Jones)

 
Tudo o que sabemos sobre:
DilmaG-20criseObamaSarkozyMerkel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.