Dinheiro de plástico é 2ª opção de pagamento

Dentre os meios de pagamento preferidos pelos consumidores, o cartão de crédito é o segundo mais utilizado, perdendo somente para os pagamentos realizados diretamente com dinheiro. Esse resultado foi obtido pelo estudo Indicadores do Mercado Brasileiro de Cartões de Crédito realizado pela Credicard.Segundo o estudo, os pagamentos com cartão de crédito representam 29% do total das despesas mensais. realizadas pelos portadores. O pagamento com cheque representa bem menos, 18%, seguido pelos cartões de débito, com 8%. O pagamento em dinheiro corresponde a 39% do total. A pesquisa também mostra que os ramos de atividade onde mais se utiliza o cartão de crédito são vestuário (51%), seguida de turismo e entretenimento (50%), alimentação (40%), moradia (38%) e veículos (20%).Segundo Carla Schmitzberger, vice-presidente de Marketing da Credicard, "o estudo confirma a tendência dos consumidores de utilizar o cartão de crédito em substituição a outros meios de pagamento, devido às vantagens e facilidades oferecidas". Um exemplo dessas vantagens é o oferecimento de prêmios aos usuários dos cartões. Trata-se dos programas de benefícios que vão desde a isenção ou redução da anuidade até passagens aéreas ou hospedagens em hotéis (veja link abaixo). Além disso, outra vantagem dos cartões apontada pela executiva é a possibilidade de adiar os pagamentos e a segurança envolvida no processo. Atente aos jurosNo entanto, utilizar o dinheiro de plástico exige alguns cuidados principalmente com relação aos juros elevados. Veja a pesquisa das taxas de juros por atraso, rotativo, parcelamento e saque realizada mensalmente pela Agência Estado no link abaixo. Para o consumidor que estiver endividado no cartão de crédito, uma das alternativas é trocar a dívida por uma forma de crédito mais barata, como o empréstimo pessoal. Vale lembrar que, em caso de inadimplência, o usuário do cartão pode ser incluído nas listas dos serviços de proteção ao crédito, como o SPC e Serasa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.