Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

'Dinheiro esquecido': o que acontece com os valores não sacados?

Resgate está disponível desde fevereiro deste ano e foi liberado de forma escalonada

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2022 | 13h11

Desde fevereiro deste ano, o Banco Central disponibiliza consulta de valores "esquecidos" aos consumidores no Brasil, para que quantias que estavam "acumulando poeira" em bancos possam ser resgatadas. 

Porém, a possibilidade dos valores não serem sacados ainda existe. Neste caso, o que acontece se o cidadão mantiver o dinheiro como esquecido ou decidir por não ir atrás agora? A resposta é: nada.  

De acordo com nota do BC enviada ao Estadão, os valores deverão ser mantidos pela instituição financeira em que a quantia está "hospedada" até que o consumidor decida por tirá-la de lá. Ou seja, não haverá alteração no status até que o consumidor queira. "O sistema é permanente", garante a entidade. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.