Dirceu defende estatização da Varig

O ex-ministro chefe da Casa Civil e deputado cassado petista José Dirceu defendeu nesta quarta-feira que o governo estatize a Varig para recuperá-la e depois vendê-la à iniciativa privada. Segundo ele, a empresa deve cerca de R$ 4,5 bilhões à União, entre dívidas com a Infraero, Banco do Brasil, BR Distribuidora e outras. Dirceu negou que o governo tenha prejudicado a empresa que, segundo ele, é subsidiada. "O governo deveria assumir a Varig, saneá-la e vendê-la", afirmou. "O governo ajudou a Varig como nunca ao permitir a recuperação judicial", declarou referindo-se à aprovação da nova Lei de Falências no governo Lula. Ele fez as declarações em palestra para estudantes em um dos painéis no seminário "Mídia da crise ou crise da mídia?", promovido pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pela rede Universidade Nômade, realizado no campus da Praia Vermelha, na zona Sul.

Agencia Estado,

26 Abril 2006 | 14h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.