Dirceu diz que se dá bem com Palocci faz muito tempo

O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, afirmou hoje, ao chegar para o encontro de prefeitos e governadores petistas, que não há divergência entre ele e o ministro da Fazenda, Antonio Palocci. "Não há nenhum desentendimento entre mim e o ministro Palocci. Pelo contrário: nós nos entendemos muito bem, e faz muito tempo".Segundo ele, quem dirige a política econômica é Palocci. "É uma doce ilusão de quem acha que entre mim e o ministro Palocci há divergências". Dirceu qualificou os rumores de briga com Palocci como "um absurdo". "É uma pena que o ministro Palocci não teve tempo de me esperar", disse se referindo ao fato de o ministro da Fazenda já ter deixado o local do encontro meia hora antes. "Eu queria demonstrar que quem dirige a política econômica é ele. A Casa Civil apóia, na retaguarda e na sustentação dessa política econômica", disse.De acordo com o ministro há uma "condição muito simples" para ele não se desentender com o colega da pasta da Fazenda. "Quem manda e decide é o presidente Lula. O Brasil pode ficar tranqüilo que quem manda na política econômica é o presidente e o ministro Palocci. Eu sou articulador político. Eu apóio".Na avaliação de Dirceu, o boato de que Palocci estaria demissionário e as conseqüências dessa notícia mostram que o ministro da Fazenda está forte e tem força. "Isso apenas mostra que os especuladores continuam agindo de má-fé contra o País e não medem as conseqüências de seus atos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.