Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Direcional Engenharia pede registro para oferta pública de ações

A Direcional Energia pediu sinal verde da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para realizar uma oferta pública primária e secundária de ações ordinárias, com a qual pretende estrear no pregão da Bovespa.

REUTERS

28 de agosto de 2009 | 18h46

A operação será conduzida pelo banco Santander, em parceria com o Itaú BBA e o Morgan Stanley, de acordo com o prospecto preliminar divulgado nesta sexta-feira pela CVM.

A companhia, que se apresenta como uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco em imóveis populares e atuação nas regiões Norte e Centro-Oeste do país, fechou 2008 com lançamentos de 710,3 milhões de reais, um crescimento 303,8 por cento em relação ao ano anterior.

A receita líquida do grupo que tem sede em Belo Horizonte nos primeiros seis meses de 2009 somou 149,3 milhões de reais, crescendo 61,3 por cento na comparação com igual intervalo de um ano antes.

A Direcional, que será listada no Novo Mercado da Bovespa sob o código DIRR3.SA, tem entre os acionistas o fundo Tarpon Investimentos, que comprou 25 por cento do capital da companhia em março de 2008.

De acordo com o prospecto, os recursos obtidos com a oferta primária serão utilizados para a aquisição de terrenos e incorporação de novos empreendimentos, construção de empreendimentos lançados, financiamento a clientes e para capital de giro.

Entre os vendedores na oferta secundária estão Ricardo Valadares Gontijo, sócio-fundador com 61,5 por cento das ações, Ana Lúcia Ribeiro Valadares Gontijo, Ana Carolina Ribeiro Valadares Gontijo Valle e Ricardo Ribeiro Valadares Gontijo.

(Reportagem de Aluísio Alves)

Tudo o que sabemos sobre:
MERCADOSIPODIRECIONA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.