Direito do consumidor precisa ser garantido, diz ministro

O ministro do Turismo, Walfrido Mares Guia, disse hoje que a preocupação do Ministério em relação aos cancelamentos e atrasos de vôos da Vasp é com o atendimento aos turistas. "Sou favorável que o governo aplique a lei com rigor absoluto porque o direito do consumidor garante que as pessoas recebam aquilo que pagaram por contrato, e uma passagem aérea é um contrato", disse.Mares Guia, que participa na manhã de hoje de uma audiência no Ministério da Defesa, com o vice-presidente José Alencar, disse que considera boa a alternativa de a Vasp operar vôos fretados (Charter).A sugestão de transformar a Vasp numa operadora charter foi discutida ontem numa reunião que contou com a participação do empresário Wagner Canhedo e seria uma forma de aceitar a estratégia da empresa de só operar os vôos com mais de 50% de ocupação."O mercado de charters no Brasil é extraordinário porque só representa 2% do mercado enquanto na Europa ele já representa 40% dos vôos", disse Mares Guia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.