Diretor da Aneel sugere reajuste de 4,97% na tarifa da Escelsa

O relatório do diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) Isaac Averbuch propõe um reajuste de 4,97% nas tarifas de energia da Espírito Santo Centrais Elétricas (Escelsa). A distribuidora pediu 11,74%. Mas o aumento, que passará a vigorar em agosto, será definido na segunda-feira, em reunião da diretoria da agência.Também na segunda-feira, a diretoria do órgão regulador deverá votar a homologação da revisão tarifária da Escelsa ocorrida no ano passado. O aumento das tarifas de 2004 foi de 6,33%, que considerou uma base provisória de remuneração dos ativos da empresa.Com as informações definitivas prestadas pela distribuidora sobre a base de remuneração, o porcentual de revisão subiu para 8,58%. Essa diferença já foi considerada no cálculo do reajuste proposto para este ano, de 4,97%, e também passará pela apreciação da diretoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.