coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Diretor da OMC vem pela 1.ª vez ao País após ser eleito

Pela primeira vez no Brasil após ser eleito diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), o embaixador Roberto Azevêdo, afirmou nesta sexta-feira que veio ao País para agradecer ao governo e ao setor privado pelo apoio. "Foi um esforço de País, felizmente, muito bem-sucedido. Então, uma das primeiras coisas é agradecer a todos", afirmou, no Ministério das Relações Exteriores, em Brasília.

LAÍS ALEGRETTI E RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

17 de maio de 2013 | 16h41

Azevêdo disse que, além de "tratar de coisas administrativas", visitará tomadores de decisão no Brasil. "A ideia é conversar sobre o futuro do sistema multilateral de comércio, a economia mundial, economia brasileira e como o Brasil se insere nesse contexto", afirmou. "No fundo, são conversas que eu vou ter também com outros países, a partir do momento que eu tome posse. Com o Brasil, estou fazendo um pouco antes", disse. Ele lembrou que começa no cargo de diretor-geral da OMC em 1.º de setembro.

Tudo o que sabemos sobre:
OMCRoberto Azevêdovisita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.