Diretor do Ministério de Finanças de Israel renuncia

O diretor-geral do Ministério de Finanças de Israel, Haim Shani, anunciou hoje sua renúncia, por ter diferenças de opinião em relação às políticas da pasta. Embora não tenha mencionado exemplos específicos, Shani disse, em carta, que não concorda com muitas das "decisões essenciais e do estilo de gerenciamento" de seu escritório.

AE, Agencia Estado

31 de julho de 2011 | 11h59

O ministro de Finanças, Yuval Steinitz, afirmou em comunicado que aceitou a renúncia com "tristeza e compreensão". Steinitz acrescentou que Shani foi um dos mais talentosos gerentes do setor público e que contribuiu com o crescimento econômico recente de Israel.

A renúncia de Shani ocorre em um momento de diversas manifestações públicas contra o alto custo de vida em Israel. Milhares de manifestantes acusaram o governo pelos altos preços da moradia, dos alimentos e dos produtos para bebês. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.