Juros

E-Investidor: Esperado, novo corte da Selic deve acelerar troca da renda fixa por variável

Diretores do BC do Japão se reúnem para discutir juros

BOJ discute medidas para facilitar o financiamento das empresas japonesas; juros devem ser mantidos

Efe,

17 de março de 2009 | 03h51

Diretores do Banco do Japão (BOJ, entidade monetária) abriram nesta terça-feira, 17, em Tóquio, uma reunião de dois dias para discutir sobre a situação da economia japonesa e da taxa básica de juros, atualmente em 0,1%.

 

Veja também

linkFed se reúne por 2 dias para analisar política monetária

linkLehman coloca duas unidades bancárias à venda

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise 

especialDicionário da crise  

 

Segundo analistas citados pela agência de notícias local Kyodo, não se espera que o BOJ mexa na taxa de juros no Japão, após dois cortes decididos nos últimos meses.

 

Os diretores do BOJ debaterão medidas para facilitar o financiamento das empresas japonesas, entre elas um aumento da compra de bônus a longo prazo emitidos pelo governo antes que termine o ano fiscal, no fim deste mês.

 

A economia japonesa está em recessão desde 2008 e, no último trimestre do ano, teve contração de 12,1%, a maior em 35 anos.

 

Perante a situação, o BOJ aprovou medidas de emergência, como a compra de ações de empresas de entidades bancárias, para assim reduzir o risco de perdas vinculadas à queda nas bolsas de valores japonesas.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco CentralJapãojuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.