DIV
DIV

Comissão do Senado aprova quatro indicações para diretoria da Aneel

Sabatina teve poucos questionamentos por parte dos senadores

Amanda Pupo e Guilherme Pimenta, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2022 | 14h02

BRASÍLIA - Em sabatina com poucos questionamentos por parte dos senadores, a Comissão de Infraestrutura do Senado aprovou os indicados para compor a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os senadores aprovaram os nomes de Hélvio Neves Guerra, Ricardo Lavorato Tili, Fernando Mosna e Agnes Maria de Aragão da Costa.

Hélvio Neves Guerra foi indicado para ser reconduzido ao cargo de diretor da Aneel, que ocupa desde novembro de 2020. Engenheiro eletricista, foi Secretário Adjunto da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia (MME). Anteriormente a esse período, trabalhou em outros cargos e funções na Aneel e também foi docente, ocupando cargos de gestão na Universidade Federal do Amazonas.

Ricardo Lavorato Tili atualmente é diretor da Eletronorte. De novembro de 2020 até agosto de 2021, Tili trabalhou na Rovema Energia, produtora independente de energia especializada em geração de energia termoelétrica nos sistemas isolados. Desde outubro do ano passado, ocupa o cargo de Diretor de Regulação e Comercialização na Eletronorte.

Fernando Mosna é advogado e já atuou na Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) e na Petrobras. Em 2012, ingressou na Advocacia Geral da União (AGU), e, desde 2019, está cedido pela AGU ao cargo de assessor do senador Marcos Rogério (PL-RR).

Maria de Aragão da Costa hoje é chefe da Assessoria Especial em Assuntos Regulatórios do Ministério de Minas e Energia. Também é membro do Conselho Fiscal da Petrobras desde 2019, foi integrante do Conselho de Administração da Norte Energia, entre 2019 e 2020, e do Conselho Fiscal da Eletrobras entre 2015 e 2019.

Na terça, 5, a comissão aprovou a indicação de Sandoval de Araújo Feitosa Neto para exercer o cargo de diretor-Geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), na vaga decorrente do término do mandato de André Pepitone da Nóbrega.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.