Dirigente do Banco Central dos EUA vê alta gradual dos juros

O presidente do Federal Reserve da Filadélfia, Anthony Santomero, disse que a taxa de juros dos Estados Unidos terá de subir para um patamar mais neutro economicamente se a recuperação econômica ocorrer como esperado. Em declarações em um fórum em Nova York, ele afirmou que prevê um PIB entre 4% e 5% este ano e no próximo, que o emprego vai melhorar o suficiente para "reduzir significativamente" a folga no mercado de trabalho e que a inflação talvez também subirá, mas vai "continuar em um nível aceitável"."À medida que esse processo se desenvolve, a política monetária poderá passar de sua atual posição, muito acomodativa, para uma menos acomodativa e, no fim, atingir uma posição neuta, em ritmo comedido", afirmou. Santomero disse que, em princípio, a mudança para uma posição mais neutra deverá coincidir com o momento em que a economia atingir um ritmo de crescimento sustentável.Como a política monetária trabalha com um intervalo, "o Fed deve querer alterar a política monetária para uma posição mais neutra vários trimestres antes de a economia se fixar em ritmo de crescimento sustentável." O chefe do Banco Central norte-americano na Filadélfia disse que é difícil prever qual será a taxa neutra para os juros sob essas cirscunstâncias e que o emprego e a inflação serão fundamentais para determinar o ritmo de elevação das taxas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.