Dirigente do Boca Junior quer disputar Presidência da Argentina

O empresário Maurício Macri, também presidente do Boca Junior, deverá anunciar sua candidatura à Presidência da Argentina, concorrendo nas internas do Partido Justicialista. Segundo assessores do empresário, ele teria se animado a candidatar-se às internas, após a desistência do governador de Santa Fé, Carlos Reutmann. Segundo o site do jornal Âmbito Financieiro, Macri está no Brasil, onde tem negócios e tomará sua decisão ao regressar. Com isso, Carlos Meném ganhará um novo adversário nas disputas internas do partido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.