Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Dirigente do Fed acredita que EUA vão driblar a recessão

O dirigente regional do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) da Filadélfia, Charles Plosser, afirmou hoje que os EUA provavelmente conseguirão evitar cair em recessão, mas destacou que os riscos para este cenário aumentaram e que a crise imobiliária continua sendo a maior preocupação. "É com certeza verdade que as chances de a economia cair em recessão aumentaram", reconheceu Plosser em entrevista para jornalistas, concedida após participar de discurso no Rotary Club de Birmingham. Plosser afirmou, entretanto, que ainda espera que os EUA "driblem" uma recessão, registrando taxas de crescimento de cerca de 1% no primeiro semestre deste ano, antes de lentamente retornar para a tendência de crescimento à taxa potencial, a partir do segundo semestre. Plosser é membro com direito a voto do Comitê de Política Monetária do Fed.Plosser não quis dizer se planeja apoiar um novo corte dos juros na próxima reunião do Fed e acrescentou que isso vai depender em parte da saúde dos mercados financeiro e imobiliário e dos dados sobre emprego e gastos com consumo que serão divulgados antes do encontro. "Sou orientado por indicadores", afirmou.O dirigente do Fed afirmou que o problema imobiliário ainda é o maior risco para a economia norte-americana. "Com certeza, o mercado imobiliário é o maior risco, e como ele interage com o emprego e os gastos com consumo", avaliou. As informações são da Dow Jones.

CAROLINA RUHMAN, Agencia Estado

06 de fevereiro de 2008 | 18h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.