Disney e TCM se unem por 'clássicos'

Canal a cabo exibirá 'tesouros' da Disney e farácuradoria de atração de parque

STUART ELLIOTT , THE NEW YORK TIMES, O Estado de S.Paulo

01 Dezembro 2014 | 02h04

Há uma frase conhecida em Hollywood, atribuída à atriz Katharine Hepburn, sobre a razão de parceria entre Fred Astaire e Ginger Rogers ter tido tanto êxito: "Ele entrou com a técnica e ela, com o sexo". Dois nomes da indústria do entretenimento agora ensaiam também uma parceria relacionada aos clássicos do cinema - e também esperam fazer mágica.

O canal a cabo Turner Classic Movies (TCM) fechou um acordo com a Walt Disney Company. O TCM ajudará uma divisão da Disney, a Walt Disney Parks and Resorts, a fazer mudanças numa antiga atração da Disney Studios em Orlando (Flórida): o Great Movie Ride.

A bordo de um carrinho, os visitantes do parque estúdio assistem a recriações de momentos memoráveis no cinema - incluindo a parceria entre Ginger e Fred. Em troca, o TCM receberá os créditos em cartazes e banners espalhados pelo parque.

Além disso, o TCM receberá de outra divisão da Disney, a Walt Disney Studios, filmes, desenhos animados, documentários e séries de TV para exibição no canal a cabo. As atrações serão reunidas em uma "maratona" intitulada Tesouros do Cofre da Disney.

Os programas serão exibidos pelo TCM entre quatro a cinco vezes por ano, disse Charlie Tabesh, vice-presidente sênior de programação e produção do canal. "Os filmes e programas da Disney têm sido exibidos raramente pelo TCM. Será fascinante explorar esse tesouro e voltar a ver clássicos como Mickey Mouse, o Pato Donald, o mundo maravilhoso da Disney." A primeira leva de atrações da Disney será exibida pelo TCM no próximo dia 21, nos EUA.

A prioridade será para os títulos relacionados a festas de fim de ano, como Oficina do Papai Noel (desenho animado de 1932); A História da Disneylândia, em que o próprio Walt Disney descreve a criação do parque, inaugurado em 1955; Dave Crocket, o Rei das Fronteiras, série sobre colonizadores americanos; e a Planície Imensa, documentário sobre natureza.

Enquanto a TCM já começará a exibir o material da Disney, as mudanças no Disney World Ride devem começar no primeiro trimestre de 2015. As cenas que os visitantes irão assistir antes e depois de entrarem no brinquedo serão selecionadas pelo canal especialista em clássicos.

A ideia da parceria é "trazer o poder da marca TCM para o Disney World Ride", disse Pola Changnon, vice-presidente da área de criação de marca e promoções no canal. A meta é "despertar a curiosidade" dos visitantes, incentivando-os a explorar o mundo dos filmes clássicos em casa.

Parceria. O canal TCM pertence à Turner Entertainment Networks, de propriedade da Time Warner. O acordo entre o TCM e as divisões da Disney, cujas condições não foram reveladas, amplia um relacionamento já existente entre o canal e outras áreas da Disney.

Por exemplo, a quarta edição do cruzeiro TCM Classic, no mês passado, foi o segundo a bordo do navio Disney Magic. E o ponto alto do Festival de Filmes Clássicos 2014, realizado em abril, foi a exibição comemorativa dos 50 anos do filme Mary Poppins, no El Capitan Theater, também de propriedade da Disney.

"Encaramos este acordo como uma aliança estratégica unindo duas marcas poderosas, ambas concentradas no setor de entretenimento", disse Carlos Castro, vice-presidente da área de alianças corporativas da Disney.

Para Jennifer Dorian, diretora geral do TCM, o acordo é uma "colaboração multifacetada de criação". Segundo ela, o marketing de conteúdo, que tenta melhorar as informações contidas em ações promocionais, combina o melhor do que as duas marcas têm a oferecer.

Usando os ativos da Disney - como os parques Disney World, Disneylândia e o cinema El Capitan -, o TCM consegue oferecer as clientes o que se chama de marketing experiencial, que dá ao consumidor oportunidade de conhecer a marca de modo tangível.

O TCM vem pesquisando o marketing experiencial com eventos que incluem, além de cruzeiros e festivais de cinema, visitas guiadas sobre filmes clássicos, em Los Angeles e Nova York; leilões de objetos de filmes conhecidos, a cargo da casa especializada Bonhams; e exibições anuais do filme Milagre na Rua 34 na Herald Square, em Nova York, onde fica a loja Macy's, que é elemento- chave da trama do filme.

Segundo executivos do TCM, o acordo começou a ser projetado de forma prosaica, depois que uma assistente administrativa, Amanda Tymeson, ao retornar de uma visita à Disney World, sugerir que as duas companhias seriam parceiras excelentes numa reformulação do Great Movie Ride. A assistente foi promovida. / TRADUÇÃO DE TEREZINHA MARTINO

Mais conteúdo sobre:
Disney. TCM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.