AP
AP

Disney vende Miramax por mais de US$ 660 milhões à Filmyard

Venda do estúdio de cinema inclui direitos de 700 títulos, como ‘Chicago’, ‘Shakespeare Apaixonado’ e ‘Onde os Fracos Não Têm Vez’

André Lachini, da Agência Estado,

30 de julho de 2010 | 10h59

A Walt Disney Co. vendeu o estúdio de cinema Miramax por mais de US$ 660 milhões ao Filmyard Holdings LLC, encerrando meses de negociações entre os grupos de mídia e diversos interessados.

A venda da Miramax inclui os direitos de mais de 700 títulos de filmes incluindo os vencedores de Oscar Chicago, Shakespeare Apaixonado e Onde os Fracos Não Têm Vez, segundo a companhia.

Enquanto a Miramax continuou a produzir filmes aclamados pela crítica como Dúvida, faz algum tempo desde o lançamento de grandes sucessos comerciais como Pulp Fiction e Chicago.

A venda ressalta os planos da Disney para concentrar seus recursos em produções maiores e propriedades franqueadas como "Piratas do Caribe", e explorá-los em diversas plataformas.

"Embora nós estejamos muito orgulhosos das muitas realizações da Miramax, nossa atual estratégia para a Walt Disney Studios é centrar o foco no desenvolvimento de filmes de longa-metragem sob as marcas Disney, Pixar e Marvel", disse o presidente e executivo-chefe da Disney, Robert A. Iger.

Entre os parceiros que formam a Filmyard, estão os empresários Ron Tutor e Tom Barrack, de Los Angeles, a Colony Capital LLC e outros indivíduos.

(Com Dow Jones e Reuters)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.