Disponibilidade de crédito não aumenta vendas

Os consórcios de automóveis das empresas ligadas à Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef) venderam 142,1 mil cotas no ano passado, ante 169,2 mil em 99, o equivalente a uma queda de 16% no ano. O número de veículos entregues aos clientes também caiu, de 88 mil unidades em 99 para 83,4 mil veículos em 2000, uma redução de 5,2 % no ano. A queda no número de consorciados ativos foi de 10,3% em relação a 99. As administradoras da Anef detêm 38% do segmento de consórcio. No segmento de motocicletas, as vendas de cotas cresceram 23,5% em 2000, quando foram comercializadas 394,3 mil unidades, ante 319,2 mil motocicletas em 99. Foram entregues aos clientes 173,8 mil unidades no ano passado ante 137,6 mil bens no ano anterior, um aumento de 26,3%. Os consorciados ativos no segmento de duas rodas somaram 711,4 mil em 2000, número 31,5% superior ao de 1999 (541,1 mil clientes). A Anef tem participação de 55% no segmento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.