Distribuidoras do RJ pedirão revisão de meta

A partir da próxima semana, os consumidores do Rio de Janeiro receberão as novas metas de racionamento de energia nas contas de luz ou por meio de cartas. As distribuidoras de energia Companhia de Eletricidade do Rio de Janeiro (Cerj) e a Light também pretendem solicitar à Câmara de Gestão da Crise de Energia (CGE) a revisão de meta do racionamento de verão para os casos excepcionais. Pelo pedido de revisão, as distribuidoras querem estabelecer quais são os casos excepcionais e a forma como serão resolvidos. De acordo com a Assessoria de Imprensa da Cerj, a revisão serviria para auxiliar, por exemplo, os consumidores que não têm histórico de consumo de energia no verão passado. Mudanças foram anunciadas na terça-feira A nova forma para o cálculo da meta de consumo foi anunciada pela GCE na semana passada. Ela estabelece que na região Sudeste a meta cai de 20% para 12% sobre a mesma base calculada para a meta anterior; na região Nordeste, de 20% para 17%; e na região Norte, de 20% para 5%. Nas cidades turísticas, a redução da meta é de 20% para 7% na região Sudeste e de 20% para 12% na região Nordeste. Nesta terça-feira, a CGE criou mais uma maneira para o cálculo da meta e prevalecerá aquela que proporcionar ao consumidor o maior uso de energia. É válida para os consumidores residenciais e comerciais das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Por esta maneira, a base para o cálculo da meta será formada pelos meses de dezembro de 2000, janeiro e fevereiro de 2001, ou seja, meses referentes ao verão, em que o consumo costuma ser maior. Mas, nestes casos, a meta de redução do consumo será de 20%. (veja mais informações no link abaixo).

Agencia Estado,

06 Dezembro 2001 | 17h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.