Divergência levou a Vale a sair da Usiminas

Divergência levou a Vale a sair da Usiminas

PARA LEMBRAR

, O Estado de S.Paulo

31 de março de 2010 | 00h00

O descontentamento da Vale com a busca da Usiminas pela verticalização ficou claro em 2008, quando o presidente da mineradora, Roger Agnelli, fez duras críticas à siderúrgica e decidiu vender sua fatia na empresa. Mas o movimento da Vale acabou fazendo com que ela ganhasse bem menos do que previa com a venda de suas ações no bloco de controle da Usiminas. A venda saiu por R$ 600 milhões, menos da metade do que a mineradora esperava arrecadar quando anunciou a operação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.