Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Dívida mobiliária interna cresce 2,58% em abril

A dívida pública mobiliária federal interna cresceu 2,58 por cento em abril frente a março, atingindo 1,653 trilhão de reais, informou o Tesouro Nacional nesta segunda-feira.

REUTERS

23 de maio de 2011 | 15h08

No mês, o governo fez uma emissão líquida no valor de 25,95 bilhões de reais e a apropriação de juros foi de 15,62 bilhões de reais.

O estoque da dívida pública federal, incluindo também a dívida externa, cresceu 2,34 por cento, para 1,735 trilhão de reais.

A participação dos estrangeiros na dívida interna teve queda para 11,29 por cento do total, contra 11,38 por cento.

A participação dos papéis prefixados, considerados melhores para o gerenciamento da dívida, aumentou a 34,13 por cento em abril, frente a 33,87 por cento do total em março.

A parcela dos títulos corrigidos pela Selic, não considerando os contratos de swap, ficou em 32,13 por cento, ante 32,34 por cento. A participação dos papéis atrelados a índices de preços passou a 28,54 por cento, contra 28,33 por cento.

A parcela dos títulos corrigidos pelo câmbio ficou positiva em 0,49 por cento em abril, contra 0,53 em março.

(Reportagem de Isabel Versiani)

Tudo o que sabemos sobre:
MACRODIVIDAATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • O Pix é seguro? Veja dicas de especialistas sobre o sistema de pagamentos
  • 13º salário: quem tem direito, datas e como a pandemia pode afetar o cálculo
  • Renda básica: o que é, quais os objetivos e efeitos e onde é aplicada

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.