Marcos Santos/USP Imagens
Marcos Santos/USP Imagens

Dívida pública federal cresce 1,89% em dezembro, aponta Tesouro Nacional

O estoque da dívida pública federal encerrou 2017 em R$ 3,559 trilhões; a DPF inclui a dívida interna e externa

Eduardo Rodrigues e Lorenna Rodrigues, Broadcast

25 de janeiro de 2018 | 10h40

BRASÍLIA - O estoque da dívida pública federal (DPF) subiu 1,89% em dezembro, e encerrou 2017 em R$ 3,559 trilhões. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 25, pelo Tesouro Nacional. Em dezembro de 2016, o montante estava em R$ 3,112 trilhões.

O resultado ficou dentro do previsto no Plano Anual de Financiamento (PAF) de 2017, cujo intervalo ia de R$ 3,450 trilhões a R$ 3,650 trilhões. Para 2018, o PAF divulgado hoje prevê que a DPF fique entre R$ 3,780 trilhões e R$ 3,980 trilhões.

A correção de juros no estoque da DPF foi de R$ 29,89 bilhões em dezembro. Já as emissões de papéis totalizaram R$ 39,031 bilhões, enquanto os resgates chegaram a R$ 2,810 bilhões, o que representou uma emissão líquida de R$ 36,22 bilhões.

No ano, as emissões somaram R$ 736,472 bilhões, enquanto os resgates chegaram a R$ 617,462, encerrando com uma emissão líquita de R$ 119,010 bilhões.

A DPF inclui a dívida interna e externa. A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) subiu 1,88% em dezembro e fechou o ano passado em R$ 3,435 trilhões, ante R$ 2,986 trilhões em dezembro de 2016.

Já a Dívida Pública Federal externa (DPFe) ficou 1,96% maior em dezembro, somando R$ 123,79 bilhões em 2017. No ano, porém, o endividamento externo caiu - havia encerrado 2016 em R$ 126,52 bilhões.

Vencimentos.  A secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, disse há pouco que a instituição tem um colchão de liquidez suficiente para cobrir os vencimentos da DPF por mais de seis meses.

Os vencimentos da dívida interna em mercado somam R$ 617,3 bilhões em 2018 e os encargos de papéis em posse do Banco Central somam R$ 83,9 bilhões. “O Tesouro tem um colchão da dívida bastante confortável”, avaliou.

Ela reforçou ainda que o Tesouro tem as divisas suficientes para fazer frente aos vencimentos da dívida externa de 2018 e de quase todo o ano de 2019. Os vencimentos de títulos da dívida externa somam R$ 9,5 bilhões neste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Tesouro Nacionaldívida pública

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.