Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Dívida pública federal em títulos cresce 1,53% em agosto

A parcela dos papéis com juros prefixados teve ligeira alta, o que melhora o perfil da dívida

Fabio Graner e Adriana Fernandes, da Agência Estado,

19 de setembro de 2007 | 16h29

O estoque da dívida pública mobiliária federal interna subiu 1,53% em agosto, atingindo R$ 1,189 trilhão. Segundo nota do Tesouro Nacional divulgada na tarde desta quarta-feira, 19, esse crescimento ocorreu por conta da emissão líquida de R$ 4,3 bilhões em títulos e da apropriação de juros de R$ 13,6 bilhões.   A parcela dos papéis prefixados teve ligeira alta, passando de 36,2% para 36,43%. A parcela vinculada a índices de preços oscilou de 24,91% para 24,85%.   Já a participação dos papéis atrelados à Selic ficou praticamente estável, oscilando de 35,35% para 35,31%. A dívida indexada ao câmbio, por sua vez, variou de 1,06% para 1,09%. Já a parcela dos papéis indexados à TR recuou de 2,36% para 2,32%.

Tudo o que sabemos sobre:
Dívida pública

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.