Dívida pública mobiliária federal cresceu 22% em 2001

A dívida pública mobiliária federal fechou o ano de 2001 em R$ 624,08 bilhões. Apesar de uma queda em relação ao fechamento de novembro (R$ 626,08 bilhões) o estoque da dívida cresceu 22,2% em relação ao fechamento de 2000, quando a dívida em títulos do governo federal somava R$ 510,70 bilhões. Os dados foram divulgados hoje pelo Tesouro Nacional e o Banco Central (BC). Os papéis com correção atrelada à variação cambial fecharam 2001 representando 28,61% do estoque total dos débitos contraídos por meio de emissões de papéis. Apenas 7,82% do estoque da dívida é composto por títulos prefixados. Este porcentual é pior até do que o do fechamento da dívida em 1999, quando de um estoque de R$ 441,41 bilhões, 9% eram de títulos com correção prefixada. Os papéis pós-fixados fecharam 2001 respondendo por 52,79% do estoque total da dívida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.