Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

´Dívida zero ganha do fome zero´, diz jornal argentino

O jornal argentino Página 12 afirma nesta quarta-feira que ?a dívida zero ganhou do fome zero?, referindo-se ao anúncio feito pelo governo brasileiro de que vai antecipar o pagamento de US$ 15,5 bilhões em dívidas com o Fundo Monetário Internacional (FMI). O diário portenho afirma que o gesto transmite um sinal ?em planos distintos?.Por um lado, diz a reportagem, ressalta a solvência da economia brasileira e descarta a possibilidade de um calote à Argentina.Por outro, serve para ?polir a imagem? do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com vistas à eleição presidencial do ano que vem.Outro diário de Buenos Aires, o Clarín, diz que, com a decisão, Lula ?aplicou uma receita que Kirchner preparava havia algum tempo?. O jornal diz que o presidente argentino, Néstor Kirchner, vem namorando a idéia de quitar as dívidas do país com o FMI desde que assumiu o cargo, em maio de 2003, mas foi Lula quem a levou em frente, ?mesmo sem ter dado sinais? de que iria fazê-lo.O La Nación observa que seguir o exemplo brasileiro ?não é uma alternativa? para a Argentina no momento, mas pode ser no final de 2006, ?caso a economia cresça com um superávit?.

Agencia Estado,

14 de dezembro de 2005 | 09h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.