Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Dívidas de governos da Z.euro sobem no 2º trimestre

As dívidas de governos da zona do euro continuaram subindo no segundo trimestre, um lembrete de que, apesar ter retomado o crescimento, o bloco ainda precisa lidar com um de seus principais problemas.

AE, Agencia Estado

23 de outubro de 2013 | 08h24

Dados da Eurostat, a agência de estatísticas da União Europeia, mostraram que as dívidas combinadas dos 17 governos da zona do euro avançaram para 93,4% do Produto Interno Bruto (PIB) nos três meses até junho, de 92,3% no primeiro trimestre e 89,9% em igual período do ano passado.

Pelas regras da UE, os governos do bloco devem manter suas dívidas num patamar igual a ou abaixo de 60% do PIB.

O governo da Grécia tinha a maior dívida no segundo trimestre, equivalente a 169,1% do PIB, ante 160,5% no primeiro trimestre e muito acima de níveis considerados sustentáveis.

A maior elevação de dívida foi registrada pelo Chipre, que este ano obteve um pacote de resgate da zona do euro e do Fundo Monetário Internacional (FMI) para tentar contornar com sua crise bancária. A dívida cipriota saltou para 98,3% do PIB no segundo trimestre, de 87,5% nos três meses anteriores.

A Alemanha, por outro lado, reduziu sua dívida a 79,8% no segundo trimestre, de 80,5% no primeiro trimestre. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
zona do eurodívidas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.