Divulgados nomes de envolvidos em fraude contra o Santander

O delegado Rui Ferraz Fontes, da Delegacia de Roubo a Bancos do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), divulgou o nome dos três operadores que estão presos por fraudes contra o Banco Santander. São eles: Marcos Ailon Leão Luz, Roberto Cantoni Rosa e Lincoln Dias Miranda. Os três têm entre 25 e 27 anos de idade e, em média, 12 anos de experiência em mesas de operações de tesouraria de bancos. Ferraz Fontes informou que já foram rastreadas e confirmadas fraudes em 18 operações, que totalizaram um desvio de US$ 1,9 milhão ao longo de 2001. O nome da corretora que participou das fraudes é mantido em sigilo. "O proprietário da corretora está foragido. Só divulgaremos o nome depois de sua prisão", afirmou o delegado. Ferraz Fontes disse que a operadora continua funcionando e que, nos próximos cinco dias, quando o inquérito for concluído, a BM&F será ouvida e oficialmente comunicada, para que tome as providências cabíveis contra a empresa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.