Dólar a R$ 2,8450 é a nova máxima do dia

O dólar comercial atinge nova máxima, em R$ 2,8450 na ponta de venda dos negócios, às 15h57. A alta é de 2,71% em relação aos últimos negócios de ontem. Esse é o patamar mais elevado desde a desvalorização do real no início de 1999. De lá para cá, o patamar mais elevado havia sido alcançado em 21 de setembro de 2001, quando o dólar foi negociado a R$ 2,8350.No mercado de juros, as taxas estão em forte alta. Os contratos de DI futuro com vencimento em janeiro de 2003 negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) pagam taxas de 26,490% ao ano, frente a 24,200% ao ano ontem. Já os papéis com vencimento em julho de 2003 apresentam juros de 30,500% ao ano, frente a 29,200% ao ano ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera com baixa de 4,72%, em baixa de 4,68%. Apenas quatro ações do Ibovespa - índice que mede a valorização das ações mais negociadas na Bolsa - estão em alta: as preferenciais (PN, sem direito a voto) B da Aracruz (3,92%), Votorantim Celulose e Papel PN (3,06%), Bradespar PN (1,85%) e Ambev PN (1,63%). A maior baixa é da Eletropaulo PN (-11,15%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.