Dólar abre em alta de 0,15%, a R$ 1,9760

A expectativa do mercado para hoje é de que o dólar opere mantendo uma certa estabilidade em relação a ontem, quando a moeda americana acabou sendo pressionada por causa do vencimento dos contratos futuros de fevereiro que vencem hoje na BM&F. Passada essa preocupação, o dólar tende a ficar de lado até porque não se espera nenhum movimento forte de entrada ou saída para hoje. Na abertura, a moeda norte-americana estava cotada em R$ 1,9760, 15% mais cara em relação ao último fechamento. A decisão do Fed ontem em cortar 0,50 ponto porcentual da taxa básica de juros dos EUA, segundo um analista, deverá aumentar o otimismo para os países emergentes, que deverão começar a receber recursos estrangeiros a procura de melhor remuneração. Também há no marcado a expectativa de entrada de recursos por meio do leilão do SMP, mas isso poderá levar o Tesouro a entrar no mercado comprando os dólares de que precisa para pagar os juros das dívidas externas que vencem até o fim do ano sempre que houver entradas de dólares no mercado. Quanto ao cenário político, o mercado não está dando muita atenção para a briga entre o PFL e o governo. De acordo com os analistas, trata-se de uma briga interna por causa da disputa pelo comando da Câmara e do Senado, mas que deverá ser resolvida brevemente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.