Dólar abre em alta; mercado avalia medidas do BC

O dólar começou o dia em alta. Na abertura, a moeda subia 0,64%, cotada a R$ 2,835; às 10h28, subia 0,46%, a R$ 2,830. A expectativa dos operadores era mesmo de um começo do dia em alta, enquanto o mercado analisa duas medidas para os negócios com o câmbio anunciadas ontem. O diretor de Normas e Fiscalização do Banco Central, Sérgio Darcy, anunciou na noite de ontem que o BC reduziu o patrimônio líquido exigido (PLE) para a exposição líquida em ouro e câmbio de 1,0 para 0,50. No entanto, Darcy esclareceu também que o limite de exposição em câmbio não foi alterado e continuou em 30% do patrimônio de referência. Esse porcentual, em outubro do ano passado, era de 60%. O diretor disse que o BC está estudando a possibilidade de elevar esse porcentual novamente, e informou que o sistema opera hoje, na média, com exposição de câmbio próximo a 20% do patrimônio.Ontem, o dólar se manteve em queda, fechou em baixa de 0,70%, a R$ 2,817, amparado pela expectativa de forte ingresso de recursos no país. Foram lançadas ontem duas emissões externas, pelo BankBoston (US$ 50 milhões por 30 meses) e CSN (US$ 142 milhões por 7 anos). Também houve o fechamento pela Visanet de uma emissão de US$ 500 milhões, dos quais US$ 227 milhões devem ficar com Bradesco e US$ 223 milhões com o Banco do Brasil, que são os principais acionistas da empresa. O fluxo positivo pode continuar afastando a pressão sobre o câmbio. Clique aqui para acompanhar a cotação do dólar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.