Dólar abre em queda e títulos brasileiros sobem

O dólar comercial iniciou o dia cotado a R$ 2,9510 na ponta de venda dos negócios, em queda de 0,17% em relação às últimas operações de ontem. Às 10h39, a moeda norte-americana chegou ao patamar máximo do dia, vendida a R$ 2,9560, estável em relação ao fechamento de ontem.O dia começou bem, com a elevação da recomendação para títulos do Brasil pelos bancos estrangeiros Morgan Stanley e Citibank. Isso já se reflete nos preços dos títulos brasileiros e leva o risco País ? taxa que mede a desconfiança do investidor estrangeiro em relação à capacidade de pagamento da dívida do País ? para baixo.Às 9h58 (horário de Brasília), o C-Bond ? principal título da dívida brasileira negociado no exterior ? operava em 97,375 centavos por dólar, alta de 0,38%. Outro título brasileiro, o BR40, subia 0,90%, para 105,85 centavos por dólar. Na máxima, o BR40 chegou a 105,90 centavos por dólar (+0,95%). O risco Brasil está em 524 pontos base. Quanto menor esta taxa, maior é a confiança no País. Neste patamar significa que o Brasil paga um prêmio de 5,24 pontos porcentuais acima dos títulos norte-americanos, considerados sem risco. Nos EUA, as taxas dos títulos estão em queda, o que contribui para a valorização dos papéis da dívida brasileira. Foi divulgada na manhã de hoje a revisão do PIB norte-americano no segundo trimestre, para 2,7%. A previsão era 2,8%. O petróleo está em alta, mas ainda permanece longe dos momentos de estresse da semana passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.