Dólar abre em queda suave depois das medidas do Copom

A alta do compulsório dos bancos , de 45% para 60%, determinada ontem pelo Copom, deve gerar um aumento no movimento de venda de dólares. Os analistas dizem que seria natural o mercado buscar liquidez, diminuindo as posições em moeda estrangeira. Esse curso natural, no entanto, deve ser prejudicado pelo fator que mais interfere nos negócios nas últimas semanas: as incertezas em relação ao cenário externo. Por causa dos temores com a guerra, o mercado só diminuirá posição em dólar no limite do necessário, segundo especialistas.Por isso, a perspectiva é de que o dólar hoje fique perto da estabilidade. E, de fato, a moeda americana abriu em queda suave, de 0,17%, cotado a R$ 3,609. Clique aqui para acompanhar a cotação do dólar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.