Dólar amplia queda após alta dos juros nos EUA

O dólar comercial no Brasil sofreu forte oscilação após a decisão do Banco Central dos Estados Unidos de elevar em 25 pontos a taxa básica de juros para 3% ao ano. Voltou a romper os R$ 2,50 e atingiu nova mínima de R$ 2,492, baixa de 0,76% sobre o fechamento de segunda-feira. O risco Brasil ampliava a queda para 13 pontos, em 443 pontos base, perto da mínima do dia, de 442 pontos-base. Os juros dos títulos norte-americanos também exibiram volatilidade. O juro do T-Note 10 anos passou de 4,177% para 4,207% logo após a anúncio do Federal Reserve.A bolsa paulista, que subia 0,76%, ampliou a alta até 0,89% logo depois do comunicado do Fed. A intensidade de alta, no entanto, foi se reduzindo, acompanhando o ritmo em Wall Street. Lá, os índices Dow Jones e Nasdaq estavam em alta antes do anúncio do Fed, mas logo depois começaram a cair.No mercado de juros, os contratos a partir de janeiro de 2006 estão mostrando volatilidade, alternando movimentos de alta e de baixa sem definição de tendência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.