Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Dólar atinge nova mínima em 14 meses em cesta de moedas

Recuperação econômica alimenta a venda de dólares por investidores em busca de moedas mais rentáveis

Reutes

20 de outubro de 2009 | 07h22

O dólar atingiu nova mínima em 14 meses ante uma cesta de moedas nesta terça-feira, 20, reagindo a uma série de comentários de autoridades.

A força das ações globais, animadas pelo balanço melhor que o esperado da Apple divulgado na véspera, também alimentava a venda de dólares por investidores em busca de moedas mais rentáveis e ativos mais ligados à recuperação econômica.

O euro subiu ao maior patamar em 14 meses a 1,4994 dólar.

Os mercados leram em comentários do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, sobre a força da moeda uma repetição de seu discurso anterior, sugerindo que não houve aumento na preocupação dos formuladores de política.

O chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, pediu na segunda-feira, 19, medidas para lidar com os desequilíbrios globais, dizendo que China e outros países asiáticos estão pensando mais seriamente nisso, mas que algumas questões podem ser resolvidas com uma maior flexibilidade cambial. Alguns analistas viram nisso um endosso velado a um dólar mais baixo.

Ante uma cesta de seis moedas, o dólar caiu para 75,103 pela manhã, o menor nível em 14 meses.

Tudo o que sabemos sobre:
DOLARCESTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.