Dólar cai 1,43%, chega a ir a R$2,37, com reação de Aécio na disputa eleitoral

Dólar cai 1,43%, chega a ir a R$2,37, com reação de Aécio na disputa eleitoral

Segundo a BM&F, o volume financeiro no mercado à vista ficou em torno de 1,4 bilhão de dólares

REUTERS

06 de outubro de 2014 | 17h06

O dólar fechou em queda de mais de 1 por cento sobre o real nesta segunda-feira, mas longe das mínimas da sessão, após o bom desempenho de Aécio Neves (PSDB) no primeiro turno das eleições presidenciais derrubar a divisa a 2,37 reais durante a manhã.

Segundo operadores, o tombo inicial da moeda norte-americana foi exagerado, gerando uma correção em seguida. A percepção é que o mercado deve continuar volátil nas próximas semanas, diante da disputa acirrada no segundo turno entre o candidato tucano e a presidente Dilma Rousseff (PT), que vem sendo fortemente criticada pelos agentes financeiros pela condução da atual política econômica.

O dólar caiu 1,43 por cento, a 2,4266 reais na venda. Na mínima da sessão, logo após a abertura, a divisa chegou a cair 3,40 por cento, a 2,3782 reais. O contrato futuro de dólar para novembro, caía 1,39 por cento, a 2,4425 reais logo após as 17h.

Segundo a BM&F, o volume financeiro no mercado à vista ficou em torno de 1,4 bilhão de dólares.

(Por Bruno Federowski)

Tudo o que sabemos sobre:
DOLARFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.