Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Dólar cai ante real na sessão, mas tem em setembro maior alta mensal em 3 anos

O dólar caiu ante o real nesta terça-feira em um movimento de realização de lucro, mas fechou setembro com a maior alta mensal em três anos. Analistas acreditam que, se as chances de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) continuarem crescendo, essa escalada não deve dar trégua.

REUTERS

30 de setembro de 2014 | 17h16

A moeda norte-americana caiu 0,31 por cento, a 2,4480 reais na venda mas, no mês, acumulou alta de 9,33 por cento. É a maior valorização mensal desde setembro de 2011, quando o avanço foi de 18,15 por cento.

A forte pressão cambial em setembro fez com que o real devolvesse todas os ganhos acumulados desde o início do ano, alinhando-se a outras moedas emergentes, que têm se desvalorizado por preocupações sobre o futuro da política monetária dos Estados Unidos.

Segundo dados da BM&F, o giro financeiro desta sessão ficou em torno de 1,2 bilhão de dólares.

(Reportagem de Bruno Federowski)

Tudo o que sabemos sobre:
DOLARFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.