Dólar cai com crise de confiança acentuada por WorldCom

O escândalo revelado na WorldCom ontem à noite acentuou a crise de confiança que abala os ativos norte-americanos, levando o dólar para abaixo de 120 ienes, aos menores níveis desde novembro do ano passado, e o euro a testar a paridade. Às 8h12 (de Brasília), o dólar caía a 119,46 ienes, de 120,98 ienes no fechamento, e o euro operava em US$ 0,9932, de US$ 0,9850 ontem.O Banco Central do Japão interveio no mercado durante o pregão asiático, mas a ação não produziu o efeito desejado. Analistas disseram que mais de US$ 3 bilhões foram gastos pelo BC japonês, que agiu em nome do Ministério das Finanças, numa tentativa de evitar a retração do dólar para abaixo de 120 ienes.Analistas não descartam a possibilidade de o euro atingir a paridade no decorrer do dia, especialmente após a abertura dos mercados norte-americanos. O euro atingiu US$ 0,9942 na máxima. As bolsas devem derreter nesta quarta-feira, conforme indicam os índices futuros Nasdaq-100 (-4,67% às 8h10) e o S&P 500 (-2,7%). As ações da WorldCom despencavam 75% em relação ao fechamento de ontem, operando em US$ 0,20.

Agencia Estado,

26 de junho de 2002 | 08h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.