Dólar cai quase 2% com otimismo por Europa

O dólar caiu quase 2 por cento ante o real nesta segunda-feira, acompanhando o maior otimismo no mercado internacional com possíveis soluções para a crise da dívida na zona do euro.

REUTERS

28 de novembro de 2011 | 17h21

A moeda norte-americana fechou em baixa de 1,77 por cento, a 1,8531 real para venda.

O mercado de câmbio seguiu o comportamento dos índices internacionais, com alta de mais de 2 por cento das bolsas nos Estados Unidos e no Brasil e com queda do dólar ante outras moedas ligadas a investimentos de risco, com o peso mexicano e o dólar australiano.

O movimento de maior apetite por risco, que reverte apenas parte das perdas da semana passada, aconteceu pelo otimismo de que líderes europeus apresentem novos planos para resolver a crise da dívida da zona do euro. Alemanha e França se esforçam para costurar um acordo que permitiria um maior controle sobre os orçamentos nacionais na União Europeia.

"O comportamento do mercado cambial brasileiro segue atrelado ao front internacional", afirmou o gestor de câmbio da Infinity Asset, David Fernandez, em relatório.

Ele destacou a reuinão de ministros das Finanças da zona do euro, na terça-feira, e a possibilidade de uma ajuda financeira à Itália, como os principais focos de atenção em relação à Europa ao longo da semana.

Com a proximidade do final do mês, os investidores também continuam monitorando a possibilidade de um leilão de swap cambial pelo Banco Central (BC). A operação equivale a uma venda de dólares no mercado futuro.

A taxa Ptax, calculada pelo BC e usada como referência para os ajustes de contratos futuros e outros derivativos de câmbio, fechou a 1,8596 real para venda, em queda de 1,80 por cento ante sexta-feira.

(Reportagem de Silvio Cascione)

Tudo o que sabemos sobre:
DOLARFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.