Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Dólar começa o dia em leve queda, à espera do Copom

No dia do anúncio da nova taxa de juro básica da economia nacional, os investidores em câmbio tendem a ficar retraídos. A menos que as esperadas entradas de recursos de setembro ocorram, finalmente. Mas os profissionais do mercado não apostam nisso. Como o consenso é de que a Selic será reduzida, aqueles que têm dólares para trocar devem aguardar o resultado da reunião do Copom, à tarde, para iniciarem as operações. Isso porque a queda do juro tende a levar o dólar para cima. Mas esse ajuste, se ocorrer, deve ser pequeno. Alguns analistas afirmam que uma queda de até dois pontos porcentuais na taxa Selic já está embutida nos preços. O dólar começou o dia em baixa. Na abertura, caía 0,27% sobre o fechamento de ontem, cotado a R$ 2,905. Às 10h22, caía 0,24%, a R$ 2,906. Veja a cotação do dólar.

Agencia Estado,

17 de setembro de 2003 | 10h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.