Dólar comercial acima de R$ 3,00, e subindo mais

Depois de uma quinta-feira nervosa, com os mercados em forte queda e o dólar ultrapassando a barreira dos R$ 3,00, a moeda americana volta a subir, e com muita força, nesta sexta. Logo na abertura, o dólar comercial já subia 0,63%, cotado a R$ 3,02. Às 10h35, subia 0,97%, cotado a R$ 3,03. As expectativas na abertura eram negativas. O relatório do emprego americano veio, para as expectativas do mercado de juros, pior do que o esperado. O número de novas vagas criadas em abril - o dado mais esperado do relatório divulgado por volta das 9h30 (de Brasília) - foi de 288 mil, mostrando um mercado de trabalho mais aquecido do que se imaginava. O risco Brasil está em alta. Às 10h25, subia 4,01%, para 751 pontos-base. A sexta provavelmente será mais um dia sombrio nos mercados. Operadores consideram que dificilmente o mercado abandonará a volatilidade. Observam que a expectativa de alta dos juros americanos permaneceria de qualquer forma, para um prazo maior ou menor. Além disso, o petróleo em alta no exterior (continua próximo de US$ 40) representa um risco adicional para o quadro externo, que também é prejudicado pela crescente reação internacional negativa à tortura de iraquianos por soldados americanos, que renova os temores em relação aos riscos geopolíticos. Veja a cotação do dólar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.