Dólar comercial começa o mês de novembro em queda

As notícias sobre novas captações de recursos externos por empresas brasileiras continuam e quando as concretizações desses negócios são anunciadas, elas mostram novidades positivas quanto aos volumes conseguidos, muitas vezes acima do previsto inicialmente, e prazos, que estão sendo alongados. Isso deixa o mercado cada vez mais confiante de que o interesse dos investidores internacionais por Brasil continua firme. Esse é um dos fatores que mantém o mercado de câmbio estável como em poucos momentos da história do câmbio flutuante no País. Durante praticamente todo o mês de outubro, por exemplo, a cotação do dólar permaneceu na casa dos R$ 2,80, variando entre a mínima de R$ 2,83 no fechamento do dia 14 e a máxima de R$ 2,892 no encerramento dos negócios no dia 2. A exceção foi a cotação do fechamento do dia 1º, de R$ 2,905.O dólar começou o mês de novembro em queda. Às 11h05, a moeda caía 0,21%, cotada a R$ 2,860. Veja a cotação do dólar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.