Dólar comercial em queda no dia seguinte ao Fed

O dólar comercial caiu na abertura e nas primeiras horas de negócios do dia seguinte à da decisão do Federal Reserve, o banco central norte-americano, sobre os juros. Na abertura, às 9h31, o dólar caía 0,24%, cotado a R$ 2,963. Às 10h16, caía 0,30%, a R$ 2,961. Apesar da queda forte em algumas bolsas asiáticas e do nível elevado do petróleo, os mercados que têm sido mais relevantes para o Brasil têm evolução positiva nesta manhã. Os juros dos treasuries operam em baixa (a note de 10 anos recuava para 4,5190% por volta das 9h30 de Brasília) e os futuros de NY apontam alta para as bolsas. O risco Brasil, por sua vez, recuava para 662 pontos instantes atrás. O sentimento de alívio do mercado com o comunicado diuvulgado ontem pelo Fed, que retirou a palavra "paciência" mas sinalizou uma alta "comedida" dos juros americanos, ainda prevalece no mercado, mas não é absoluto. Para os operadores, este tom comedido já era esperado e não anula o ambiente de cautela e volatilidade nos mercados. Por isto, acredita-se que, embora o dólar esteja abrindo em baixa, a tendência para o dia ainda seja uma incógnita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.